Abertas as inscrições para o programa Jovem Candango 2017

1

O Programa Brasília Mais Jovem Candango é um serviço de proteção social básica, de convivência e fortalecimento de vínculos que garante a promoção da integração dos jovens ao mercado do trabalho, que segue a metodologia de um programa de Aprendizagem, em conformidade com a CLT.

A metodologia de execução, estruturada a partir de tecnologia social reconhecida pela Unesco/Fundação Banco do Brasil, colabora para a formação integral, qualificação profissional e encaminhamento do jovem ao mundo do trabalho, com carteira assinada.

O público atendido pelo Brasília Mais Jovem Candango é a população em situação de vulnerabilidade social, com idade entre 14 e 18 anos, que deverá frequentar a escola e permanecer no ensino formal durante o tempo de permanência no Programa, salvo em caso de conclusão do ensino médio. Esta limitação de idade, no entanto, não se aplica aos aprendizes com deficiência.

IMPACTO SOCIAL

Dos 51.330.569 jovens brasileiros, entre 15 e 29 anos:

  • 13% são do sexo masculino – 12,2% do sexo feminino;
  • 20% NEM trabalham, NEM estudam;
  • 46,5% estão sem trabalho;
  • 3,5 milhões (entre 4 e 17 anos) não estão na escola
  • 5,7% são analfabetos;
  • 53,5% abandona/suspende/não termina o Ensino Básico
  • 78,28% abandona/suspende/não termina o Ensino Médio

Fontes: IBGE 2010, 2011, 2013 y OIT

Sem perspectivas de mudança social, grande parte dos jovens abandona a escola, muitas vezes motivados pela necessidade de geração de renda, têm as relações familiares enfraquecidas e é assediado pelo mundo do crime.

Com a permanência na escola, capacitação, geração de renda e fortalecimento de vínculos, possibilitados pelo Programa Brasília Mais Jovem Candango, é possível combater as principais causas da vulnerabilidade social, que custa ao país R$ 320 bilhões/ano (Banco Mundial, 2007).

ATIVIDADES

O Programa Brasília Mais Jovem Candango visa promover a formação técnico-profissional metódica do aprendiz, por meio de atividades organizadas e compatíveis com seu desenvolvimento físico, moral e psicológico.

Os jovens exercem suas atividades práticas nas dependências dos órgãos públicos indicados pelo Governo de Brasília, integrantes da administração pública direta, autárquica e fundacional; e as suas atividades teóricas nas instituições formadoras/executoras.

COMO SE CANDIDATAR

 

[sociallocker id=192]

As executoras do Programa são a Renapsi – Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração e as Obras Sociais Jerônimo Candinho. Tais instituições parceiras têm relevante atuação na área de assistência social, comprovada experiência no atendimento de adolescente em situação de vulnerabilidade social, com ações planejadas e continuadas no campo do atendimento e fortalecimento de vínculos para o público juvenil.

As executoras do Programa são a Renapsi – Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração e as Obras Sociais Jerônimo Candinho. Tais instituições parceiras têm relevante atuação na área de assistência social, comprovada experiência no atendimento de adolescente em situação de vulnerabilidade social, com ações planejadas e continuadas no campo do atendimento e fortalecimento de vínculos para o público juvenil.

PARA SE CANDIDATAR CLIQUE AQUI

[/sociallocker]

1 comentário

  1. JANISLEIDE MARQUES DA SILVA COSTA diz

    tenho 19 anos quero volta a estuda tenho uma filha de 1,4 meses e quero volta a escola porque pretendo arruma um trabalho porque e só eu e minha filha pretendo da um futuro melhor pra ela

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.